O zagueiro Gustavo lamentou profundamente a falta de oportunidades no Vasco. O defensor acertou a sua rescisão de contrato nesta quarta-feira a pedido do Desportivo Brasil, clube da Traffic que detém os seus direitos federativos. Apesar de ter atuado em apenas seis ocasiões, o atleta deixa São Januário sem qualquer tipo de remorso.

“Foi legal o convívio que tive com os jogadores e deixei o clube pela porta da frente. Não pude ter uma seqüência de jogos, faltou um pouco mais de confiança, de carinho. Quando se joga algumas partidas e depois sai, qual a confiança que o jogador vai ter para atuar?”, disse à Rádio Brasil.

Agora de longe, Gustavo afirmou que ficará na torcida para o Vasco reverter o quadro desfavorável que se meteu na Copa do Brasil. Para o zagueiro, se a equipe for mais ousada em São Januário, poderá acabar com a vantagem que o Vitória obteve ao bater por 2 a 0 a equipe cruzmaltina, no Barradão.

“Se o Vasco foi mais agressivo e com um maior poder ofensivo, poderá vencer. O time conta com jogadores habilidosos como Dodô, Elton e Carlos Alberto e pode sim reverter esta vantagem”, encerrou.

Gustavo foi suspenso pela Fifa por quatro meses por causa de uma transferência mal resolvida para o Schalke 04, da Alemanha, no fim de 2006, e só poderá voltar a atuar em agosto. A tendência é que o defensor se transfira para um clube europeu quando tiver condições de jogo.

Anúncios