Por conta de uma transferência mal resolvida para o Schalke, da Alemanha, jogador fica fora dos gramados até agosto

O zagueiro Gustavo não é mais jogador do Vasco. Nesta quarta-feira, o jogador esteve em São Januário e acertou a sua saída do Gigante da Colina a pedido do Desportivo Brasil, que detém os seus direitos. O destrato ocorreu por conta de uma suspensão de quatro meses imposta pela Fifa devido a uma transferência mal resolvida para o Schalke 04, da Alemanha. O caso foi julgado no início da semana.

No final de 2006, após uma boa temporada no Paraná Clube, Gustavo assinou um pré-contrato com o Schalke. Porém, quando chegou à Alemanha, o zagueiro percebeu que os números acordados eram diferentes. Chateado com a situação, o jogador desistiu de permanecer na Europa, retornou ao Brasil e acabou sendo contratado pelo Palmeiras.

– São coisas que acontecem em nossa profissão. Vida que segue – disse Gustavo, por telefone ao GLOBOESPORTE.COM.
A diretoria do Vasco afirma que a suspensão por quatro meses imposta pela Fifa não tem a ver com o fim do vínculo do jogador com o clube.

– O Desportivo Brasil solicitou a rescisão do jogador pois ele não vinha sendo aproveitado. Decidimos liberá-lo – disse o diretor executivo Rodrigo Caetano.

Gustavo tem passaporte europeu e já teria engatilhada uma transferência para o velho continente. A expectativa é que o zagueiro acerte a sua situação nos próximos meses, quando a janela de transferências será aberta.

O zagueiro teve poucas oportunidades com a camisa cruzmaltina. Foram seis jogos e nenhum gol. Para o confronto desta quarta-feira, contra o Vitória, às 21h50m, em Salvador, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Gaúcho optou por relacionar o garoto Genilson, de apenas 19 anos.

Anúncios