março 2009


Zagueiro foi campeão estadual nos dois últimos clubes em que passou

O zagueiro Gustavo não vê a hora de jogar pela primeira vez uma Libertadores da América. Recém contratado junto  sem-titulo-3ao Palmeiras, ele se diz muito contente no Cruzeiro e espera repetir as mesmas atuações feitas nas duas últimas equipes aonde conquistou títulos: Paulista no ano passado e Paranaense, em 2006, pelo Paraná.

– Primeiramente eu fiquei muito feliz com os elogios que venho recebendo da imprensa e isso só aumenta a minha responsabilidade. Fui muito bem no Palmeiras e cheguei aqui para somar e buscar novas conquistas. O reconhecimento do torcedor palmeirense é grande e vejo isso em vários lugares. Hoje, quero fazer o torcedor cruzeirense feliz e sei que tenho condições para isso. O grupo é muito forte e o clube tem uma estrutura muito boa– afirmou por telefone de Belo Horizonte.

Gustavo, que assinou contrato até o dia 31 de dezembro, não acha ruim o rodízio feito pelo técnico Adilson Batista no time cruzeirense. O zagueiro lembra que na equipe paulista, Luxemburgo usava dois times em competições diferentes.

No Palmeiras aconteceu isso. A gente estava num momento decisivo no Paulistão e outro grupo disputava a Sul-Americana. Quando você tem um elenco de qualidade é válido sim. O jogador que nem sempre esta sendo convocado pode fazer a diferença numa final. Todos têm que estar preparados para jogar e sinto isso no Cruzeiro – comenta.

Felippe Costa Rio de Janeiro

Anúncios

Da Toca II     Álvaro Castro

Depois de cumprir com sucesso uma maratona de nove partidas em 29 dias, entre 8 de fevereiro e 8 de março, o Cruzeiro terá ma semana inteira para se preparar para o clássico de domingo contra o América-MG. O time não tem essa oportunidade desde os sete dias que separaram os confrontos contra Social e Villa Nova, pelo Mineiro. A Raposa conquistou seis vitórias e três empates em um mês, e obteve 77,77% de aproveitamento. Foram duas vitórias e um empate pela Copa Santander Libertadores e mais quatro triunfos e duas igualdades pelo Campeonato Mineiro. Para o preparador físico José Mário Campeiz, esta semana será proveitosa para o elenco celeste. Jogadores que não vêm sendo utilizados com frequência poderão trabalhar mais forte, enquanto os irão se recuperar do desgaste. Além de um jogo a cada 3,2 dias, a equipe foi submetida a dois confrontos na altitude de quase 3 mil metros de Quito e Sucre. “É uma emana que a gente considera importante. Para alguns atletas, será como uma recuperação. Outros, aqueles que vêm sendo pouco utilizados, vão trabalhar um pouco mais, vai servir para eles melhorarem seu condicionamento. Esses são os objetivos da semana”, explicou Campeiz.

 

O zagueiro Gustavo, titular no empate por 0 x 0 contra o Tupi no último domingo, prefere jogar duas vezes por semana, mas reconhece a importância de um intervalo maior entre os jogos. Atento, o atleta ressalta que, caso o Clube avance no Estadual, enfrentará outra maratona semelhante com outros nove jogos entre os dias 15 de março e 12 de abril.“Todo atleta gosta de estar sempre jogando, mas é importante você ter uma semana cheia para trabalhar a parte física, técnica e tática. O grupo vai se fortalecer mais ainda, e depois deste jogo de domingo teremos outra maratona até abril, que vão ser as decisões. Por isso o grupo tem que estar forte e preparado para ir em busca dos objetivos nas duas competições”, observou.

O lateral-direito Jancarlos e os volantes Ramires, Elicarlos, Henrique e Marquinhos Paraná foram os campeões de participações na maratona de jogos, com sete aparições. Em segundo lugar, aparecem Fábio, Jonathan e Soares, com seis exibições.

(Esse material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação

Gustavo é a novidade na relação do técnico Adilson Batista para o jogo de quarta-feira

O técnico Adilson Batista relacionou 19 atletas para o jogo com o Universitario de Sucre, na quarta-feira 4, às 21h50  sem-titulo-41(horário de Brasília), no estádio Olímpico Pátria, em Sucre, na Bolívia, válido pela terceira rodada do grupo 5 da Copa Libertadores

A novidade na relação do treinador cruzeirense é a presença do zagueiro Gustavo. Como ocorreu no empate com o Deportivo Quito, na quarta-feira passada, em Quito, no Equador, Thiago Heleno não entrou na lista de Adilson Batista para a Libertadores.

Thiago Heleno foi titular na goleada sobre o Ituiutaba, por 4 a 1, domingo passado, pelo Campeonato Mineiro, e formou dupla com Anderson. O zagueiro tem realizado um trabalho de recuperação física e, por isso, tem ficado fora da Libertadores. Na estreia do time na competição continental, ele foi titular ao lado de Leonardo Silva na vitória sobre o Estudiantes, por 3 a 0.

Além de Gustavo, Adilson Batista relacionou Leonardo Silva, Leo Fortunato e Anderson para a zaga. Outra novidade na lista do Cruzeiro é o meia Bernardo, que não entrou na convocação do treinador para o duelo passado, na capital equatoriana.

O lateral-esquerdo Sorín, que voltou a time na goleada sobre o Ituiutaba, não foi relacionado por Adilson Batista. O argentino, que retornou ao Cruzeiro em setembro do ano passado e não havia atuado ainda, terá de se condicionar melhor e ganhar ritmo de jogo.

O Cruzeiro terá dois desfalques na altitude de Sucre. O volante Fabrício e o atacante Wellington Paulista, que foram expulsos diante do Deportivo Quito, cumprem suspensão na quarta-feira.

Para o ataque, Adilson Batista relacionou apenas três atacantes: Kléber, Soares e Thiago Ribeiro. Wanderley, que entrou na lista para o jogo com o Deportivo Quito, não foi convocado desta vez.

A delegação cruzeirense viaja à Bolívia nesta segunda-feira. O destino do grupo será Santa Cruz de la Sierra, onde ficará hospedado e fará a preparação para o jogo de quarta-feira.

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

O zagueiro Gustavo foi relacionado pela primeira vez para uma partida do Cruzeiro na Libertadores e seguiu para a 090221gustavo11Bolívia consciente do que a equipe terá de fazer para se classificar com vantagem. “Temos que conseguir a vitória para nos mantermos na liderança de uma vez por todas. Depois disso teremos dois jogos seguidos em casa para abrirmos uma boa vantagem na competição”, afirmou. A delegação celeste viajou reforçada com o atacante Kléber, autor de cinco gols em três jogos. Já o lateral Sorín, não foi relacionado. Ele fez a sua reestreia no último domingo, mas precisa aprimorar a forma física.